domingo, 4 de janeiro de 2009

COINCIDÊNCIAS FELIZES!

Ontem à noite era para haver jantar e uma saída com dois amigos, colegas dos tempos do liceu. Infelizmente, devido ao facto de ainda não me encontrar totalmente recuperado da gripe, tivemos que adiar esse programa e fomos somente tomar um bebida. No meu caso, um chá bem quentinho.

Foi um bocadinho agradável, recordando situações, pessoas, falando do dia-a-dia e, sobretudo, mandando aquelas boquinhas, rindo e brincando. Não há nada como ter bons amigos. Amigos de verdade. Pessoas que gostam de nós por aquilo que somos e que estão prontas para nos ajudar, nem que seja com uma simples palavra, que, por vezes, marca a diferença por completo.

Sempre me dei bem com todos os colegas de turma, nunca tive problema com nenhum, mas é natural que, seja por que motivo for, tivesse mais afinidade com uns do que com outros. Uns foram simplesmente colegas, outros ultrapassaram essa condição. Estes dois ficaram amigos. Para a vida. Assim o espero e faço toda a questão.

Conheci-os no décimo e fomos colegas até ao 12.º ano. São duas pessoas diferentes, mas ambas com um coração enorme e que regem a sua vida por princípios com os quais me identifico. O Esombe é mais assertivo e pacato, o Bruno é mais parecido comigo, 'palhaço' e boleirãozinho. Não mudaram muito desde que os conheci. A formação da pessoa já la estava naquele momento. O pouco que mudaram foi fruto do crescimento natural, inerente a qualquer ser humano.

No entanto, a nossa amizade teve um período de interregno de alguns anitos. Não por atritos ou opções, mas devido às contingências da vida. Como não vivíamos mesmo pertinho e, naquela altura, ainda não tínhamos telemóveis e internet, acabámos por perder o rasto uns dos outros durante algum tempo.

Até que um dia, estava eu num café e vejo passar o Esombe na rua. Fui ter com ele, falámos um pouco, trocámos o número de telemóvel e combinámos ir beber um café no domingo seguinte. Assim foi.

À hora combinada, encontrámo-nos no local escolhido, mas havia um problema: ver cafés abertos naquela localidade era quase como encontrar uma agulha num palheiro. Acabámos por descobrir um, dentro de um pequeno centro comercial. E lá fomos nós...

O mais incrível aconteceu depois. Estávamos então os dois nesse café e quem é que eu vejo? Conseguem adivinhar? Pois é, ele mesmo: o Bruno a entrar numa loja!!! Ele que trabalha longe de Lisboa e é raro vir cá, veio nesse fim-de-semana e foi àquele centro comercial - onde eu nunca vou, muito menos tomar café - naquele preciso momento em que nós lá estávamos... Há coisas fantásticas, não há?

Acabou por ser um café e um reencontro a três! Há coincidências incríveis... e felizes! Desde então, há quase dois anos e meio a esta parte, nunca mais perdemos o contacto, seja pessoalmente, por telemóvel ou msn e já temos mais uns capítulos de histórias para acrescentar nesse enorme livro da vida e, um dia mais tarde, recordar!!!

Foi extraordinário constatar que as amizades verdadeiras resistem ao tempo e à ausência. Tudo continuou igual. Uns anos mais tarde pareciam que tinham sido somente uns dias depois... O que importa mesmo na pura amizade são as pessoas, independentemente das nacionalidades, raças, crenças, etc... E estas duas pessoas terão aqui sempre uma porta aberta!

Em forma de hino à amizade, e dedicado a todos os meus amigos e aos que gostarem da música, aqui fica "Friends will be friends", dos Queen. Se não gostarem, paciência... Não arranjei melhor e fica a intenção!

Abraço/beijinhos a todos os meus amigos e aos visitantes deste meu canto, em particular aos dois 'artistas' mencionados no texto!

41 comentários:

Raquel Barros disse...

Pedro fazes muito bem em tentar ter essas amizades por perto... Também tenho amigas de longa data que tento n perder contacto... Às vezes é difícil pelas tais contingências da vida.. mas nunca desistir das verdadeiras amizades, aquelas que realmente valem a pena... Beijocas

DANTE disse...

As amizades não morrem com a ausência e mainada.

Um abraço

Sol disse...

Ora muito bem.

gostei do teu texto, eu tbm tenho amigos que não vejo á muito mas k continuam meus amigos/as. A internete dá uma ajuda muito grande para manter o contacto sem duvida.



jinhos

susana disse...

Existem aquelas pessoas que por mais distâncias físicas ou temporais se conservam sempre na sua dedicação a nós. São raros, mas são únicos. é tão bom quando temos alguém assim por perto. Também eles guardam pequenos tesouros de nós.
Um beijinho su

Green Eyes disse...

Pedro, para mim, a amizade é um sentimento que não morre com distâncias, diferenças e etc.
Um livro que para mim simboliza bem o que é a amizade é o “Timbuktu” de Paul Auster.

Beijinhos

P.S. - eu na amizade só tenho um pequenino defeito sou muito ciumenta ;)
Mas para mim os amigos são para SEMPRE.

CarlaSofia disse...

Pedrito, é mesmo como dizes a amizade resiste ao tempo e a ausência. Tenho duas amigas há mais de 15 anos, uma delas vive em Roma há 5, mas eu sei que se precisar posso contar com ela e vice-versa. Os amigos são sempre pessoas muito especiais. E já agora não existem acasos, tudo tem uma razão de ser e a tua história é um exemplo disso.
beijinhos

korrosiva disse...

As amizades verdadeiras duram, no tempo, no espaço e no coração :)

beijinhoss

Isa disse...

Obrigada,Pedro.Há horas atrás ñ
aparecia o local para deixar uma palavra.
Acho mt importante manter,alimentar
o relacionamento com os Amigos.
Faço-o com prazer.Ñ é a distância k as destrói.Se forem sinceras.
Mas dar uma palavra,falar ao telefone,trocar ideias pessoalmente
é IMPORTANTE!!
Beijo.
isa.

Miepeee disse...

E bom manter essas amizades, eu perdi algumas outras vou mantendo mas com alguma dificuldade principalmente devido a distancia.
Fico contente por ti.
Beijinho.

Bekas disse...

Oi amigo
espero que estejas melhor! Amizades verdadeiras não são fáceis de ter, a maioria é aquilo qne sabemos, os poucos e bons que temos são os que merecem a nossa admiração e carinho o resto que se... ;)

Beijocas e as tuas rápidas melhoras

Bruno disse...

Sem dúvida que é o melhor post que já li aqui no aquelebagacinho :). É verdade, aquilo é que foi uma coincidência rara e feliz, até porque se tu não vais tomar café aquele centro comercial imagina quantas vezes eu me desloco ali para fazer as bainhas a umas calças (bom e já agora agradece à raridade das calças, porque geralmente não preciso de bainhas :D ). Mas foi muito bom encontrar-te a ti e ao Esombe.

Abração

Shakti disse...

Sabes , esta tua amizade com esses dois antigos colegas de liceu (agora amigos) fez-me lembrar a relação com a minha melhor amiga ...

Como tu não me dava mal com os colegas , mas uns ficaram como isso mesmo e outros como amigos...uma delas foi a madrinha do meu Filho !

Conhecemos-nos desde o nono ano...entretanto cada uma foi para um curso diferente , perdemos o rasto uma da outra...até que um dia e por acaso nos reencontramos ...mas ao contrário de ti , numa estação de comboios...

Já passaram mais de dez anos depois desse reencontro...ainda antes de vir para aqui estive com ela ao telefone !

Obrigada , por este texto , fez-me relembrar o quanto existem pessoas na minha vida que me são importantes...

bj

P.S_este fim de semana nem laranjas ,nem bananas(infelizmente)...vamos lá ver se o teu amigo faz para mim um milagre ...

PaulaPan disse...

A amizade, kd verdadeira é sempre o k de melhor temos para manter e recordar...

kt ao meu post... a parte do "em pensamento" n foi pa enganar... mas ja k falas nisso ate parece xD

Beijo

Shakti disse...

TROFENSE...
TROFENSE...

BJ

XS disse...

Há amigos que ficam mesmo para a vida, mesmo que não estejamos com eles muitas vezes.

Um beijinho meu para ti! :)

PS: e o casaqiunho, quando vem? :)

Lita disse...

Que história fantástica. Vocês tinham mesmo de voltar a encontrar-se!!!!:)

As verdadeiras amizades são isso, continuar aquela conversa que se iniciou há muitos anos atrás...
Beijinhos

'C. disse...

devias mesmo ter bebido uma bebida alcoolica. nada melhor para curar uma gripe ! xD

Lactrodectus Mactans disse...

Altamente...conhecidos vejo-os aos montes...amigos são pouco e preciosos...Bonita história =)
Abraço

Brigitte disse...

Tens toda a razão quando dizes que os amigos são o melhor do mundo, mesmo quando nos enfrentam com uma palavra menos boa...são amigos e esses são para o bem e para o mal!!!

Feliz 2009
:)

albana disse...

não importa serem poucos, nós sabemos quando são bons

aqui fica um brinde à amizade sincera!

bjinho
albana

Gi disse...

Há horas felizes, realmente.

Tiago R Cardoso disse...

belíssima coincidência.

De vez em quando é nos provado como o mundo é pequeno.

paulofski disse...

Dos verdadeiros amigos nunca se esquece. Podemos perder a possibilidade da convivência e do contacto, o tempo e a vida muda-nos os rumos e nos leva em destinos diferentes, tanto nós como eles faremos outros bons amigos mas as velhas amizades a memória se encarregará de preservar na mesma forma como gostamos deles, como verdadeiros amigos.

Bonita coincidência e belo texto. Parabéns Pedro.

Abraço

vício disse...

quase que me comovi!
e gajas?

Alguém disse...

Essas são as melhores coisinhas que podem acontecer :-)

beijinho

sonhos/pesadelos disse...

a amizade talvez seja das poucas coisas puras que se prolonga para a vida,e talvez das mais importantes...lindo gesto o teu, um amigo como deve ser!!!
bjs endiabrados

GK disse...

Também vivi uma situação idêntica. Há um ou dois anos, tentámos reencontrar o pessoal do liceu para fazer um jantar. Desde aí nunca mais nos perdemos! :) E é exactamente como dizes... :)

The queen disse...

Amizades a sério são assim (: Sabe bem ter assim amigos e saber que mesmo a ausência não esmorece o sentimento... Beijo**

lilipat2008 disse...

é sempre bom reencontrar amigos com quem não falávamos há muito...aconteceu-me também uma situação engraçada na 6ª feira passada. Estava eu no meu trabalho e apareceu lá um rapaz para eu atender o qual eu achei muito parecido com um rapaz que tinha sido da minha turma no secundário e que já não via precisamente desde que acabei o 12º, o que me fez lembrar do tempo que já tinha passado desde a última vez que o tinha visto. Qual não é o meu espanto, quando passado cerca de meia hora aparece lá também o tal meu colega. Assim que o vi desatei-me a rir e a explicar-lhe o que tinha acontecido; respondeu-me ele: "pois é parecido porque é o meu irmão"...enfim...foi bom falar com ele aquele bocadinho...:)

bjitos e boa semana :)

Estrela Cadente disse...

Nada mais verdadeiro!
É tão bom ter amigos assim!!
As coincidências são espectaculares!
Beijocas e bom ano.
E também as melhoras :)

ZaniNE disse...

O que tem de ser tem muita força... É sempre bom encontrar amigos, mas sem contar é sempre melhor!

Beijoquinha.

Minhoca disse...

É mesmo motivo para dizer ha coisas realmente fantasticas :)

Eu desses meus tempos apenas guardo 2 amigos, uma com quem tenho contacto frequente, embora a veja apenas uma ou 2 vezes por ano, e outro que aos anos não vejo mas que vamos falando por tlm, e é muito bom, nem o tempo nem a ausencia apaga essas amizades.

Bjs

Girstie disse...

Como o prometido é devido, hoje vim ler com calma.
A amizade quando é boa vale bem a pena!
E quanto aos teus amigos estarem longe, podes visitar os que estã em solo português, os outros é sempre mais complicado. Mas haverão sempre cafés e convívios :)

Salto-Alto disse...

É sempre bom constatar que amizades não se perdem. As que valem a pena, não se perdem, já constatei isso.

As outras, vai-se a ver e afinal não era grande amizade, mas tão só uma convivência. :)

Beijocas!

Afrodite disse...

Felizmente consigo sentir o que escreves :)...tenho poucas mas boas amigas! :)

Sabe tão bem não sabe??? :)

Abreijinhossss

Rosa disse...

Um brinde (com chazinho quente também para mim, que a recuperação ainda não está completa)aos amigos!

AB disse...

Ainda temos por hábito dizer que não há coincidencias. Claro que há! E a vossa foi bastante engraçada. Tens razão, nada como ter bons amigos, amigos de verdade. Daqueles que nos aceitam apesar dos nossos defeitos e talvez até por causa deles.
Beijinho grande, boa semana e bom ano!

Carla disse...

que maravilha essas amizades que se preservam para a vida
beijos e bom ano

LionMaster disse...

as grandes amizades duram para sempre... nem tempo nem distancia as apagam! Por vezes quando o rumo da vida nos leva a perder o contacto dessas pessoas, o mesmo acaba por compensar essa perda.

Tenho grandes amigos... mas que felizmente nunca perdi contacto com eles... e faço questão de os contactar sempre que posso!

Grande abraço.

Maria Anjos Varanda disse...

é sempre bom reencontrar amigos...e acima de tudo preservá-los...

Espero que estejas melhor da gripe...

Beijos

Violet disse...

"True friendships last a "lifetime...