quarta-feira, 20 de maio de 2009

(IN)FIÉIS?

Apesar de a derradeira sondagem que aqui tinha lançado já há muito ter ficado concluída, ainda não tinha apresentado os resultados da mesma. É esse o post de hoje.

"Já traíste numa relação amorosa?". Esta era a questão lançada a todos os leitores. Desde já, quero agradecer às 78 pessoas que tiveram a simpatia de votar.

Assim sendo, dos 78 participantes, 47 referem nunca ter traído, ao passo que 31 admitem já ter dado, pelo menos, uma 'facadinha' numa relação amorosa. Uns arrependem-se, outros não.

Mas vamos por partes. Comecemos pelo grupo dos fiéis. Dentro deste leque de 47 votantes, 11 revelam que já estiveram quase a ceder à tentação. Os outros 36 são convictos de que nunca o fariam na vida (nunca digam nunca, meus amigos!!!).

Passemos então ao conjunto dos 31 que já 'pularam a cerca'. Quase metade, 15 para ser mais preciso, dizem que apenas traíram uma vez, sendo que destes uma dezena se mostra arrependida e os outros cinco repetiam a dose. Dos restantes, 13 confessam que foram 'malandros' algumas vezes, mas que esperam que isso não volte a acontecer, enquanto que três não têm problemas em afirmar que traíram várias vezes e que vão continuar a fazê-lo.

Fazendo fé na veracidade dos votos, chegamos à conclusão que cerca de 60% dos participantes nunca traíram. Será que esta pequena amostra traduz o que sucede na actualidade? No meu ponto de vista, não. Não creio que a 'taxa de fidelidade' apresente esses números, mas, sim, mais baixos. E vocês, o que pensam? Deixem a vossa opinião.

Abraço/beijinhos

36 comentários:

Olhos Dourados disse...

Não sei, já vi de tudo. Já vi pessoas que não acredito que pudessem trair alguém, e já vi outros que nem sei como é que pode existir alguém que confie numa pessoa assim!

A Gata Christie disse...

Eu, que já traí e fui traída, não acredito muito nesses resultados. Conheço pessoas, muitas diga-se, que afiançam ser do mais fiel e que, por portas travessas ou acasos do destino, eu sei que já traíram ou ainda traem.
Na minha opinião, muita gente tem vergonha de assumir que o faz ou que já o fez.
Quanto aos que dizem que nunca o fariam, não tenham tantas certezas. Eu também pensava assim e, afinal, acabei por cair em tentação. O mais curioso é que essa traição serviu para me mostrar o que realmente queria e ajudou-me a pôr fim a uma má fase no meu relacionamento. Depois da traição, percebi que era junto do meu namorado que queria ficar.

Afrodite disse...

E dos que trairam??? Eram mais mulheres ou mais homens??? Só naquela da curiosidade :)

Abreijinhos

Afrodite disse...

Eu acho que mentiram descaradamene ehehehehhe, metade engana a outra metade e não há dúvidas ehehehhee! ;), é só uma opinião e já se sabe, as opiniões são como as vaginas, quem quer dá-las, dá-las...e eu dei a minha...opinião :)!

Abreijinhos

CarlaSofia disse...

Pedrito, sabes o que achei piada? foi às expressões que utilizaste: «facadinha»; «pular a cerca» e «ser malandro».
«Pular a cerca» é de facto a minha expressão preferida. A minha opinião... acho que esses números «pularam a cerca».
beijoquinhas querido

AB disse...

Apoio a tua frase "Nunca diga nunca!"
Beijinho e bom dia de espiga.

Miepeee disse...

Essa de dizerem ai foi so uma vez nao volta a acontecer nao me convence.Quem trai uma vez , trai duas ou tres.
A boa noticia e que ainda ha pessoas fieis e que se mantem assim.
Na minha opiniao nao ha motivos que justifiquem traicoes, porque quando isso acontece e porque a relacao que tem nao esta bem, seja qual for o motivo, e como tal acho que antes de embarcar numa aventura, devem terminar a outra.
Nao me parece que os resultados da sondagem que fizeste possam ser aplicados ao que acontece fora da blogosfera mas tenhamos esperanca que nao haja muita gente a mijar fora do penico ;)
Beijinhos fieis.

Isa disse...

Querido Pedro,fui uma das pessoas q.votou q.era fiel.Claro q. falo por mim. Namorei muito,mas acabava...quando começava outro...
Ñ esqueças q. a minha geração foi
já bem moderna,mas "as coisas" ñ
chegavam aos "finalmentes".
Fiquei noiva e casei e nessa altura
nunca pulei a cerca.
Agora,neste momento,Amo,logo ñ traio!
Beijo.
isa.

Mimo Azul disse...

Também acho que isso está um pouco exagerado...

Já há nova pesquisa?!
bjcaaaaaaaaaaaaaa

Catwoman disse...

Infelizmente acho que a pesquisa não espelha a realidade. Votei que nunca traí e é verdade, por outro lado já foi traída.. cada caso é um caso..digo eu..

Confesso que me assusta um bocado a facilidade com que se trai hoje em dia..

Beijitos :)

Catwoman disse...

*fui ehehehheheheh :)

Carol disse...

Eu acho que é possível trair uma vez e não o voltar a fazer. Assim como também acho que muitos dos que dizem que nunca traíram são uns hipócritas. A grande maioria das pessoas que conheço já traiu, foi traída ou ambas as coisas.

Ninja! disse...

Hmmm, nessa sondagem tirando os que votaram mais do que uma vez, os que votaram mais que uma vez e respondendo coisas diferentes... Se calhar era melhor alargar! :P

escarlate.due disse...

xxxiiii penso que esse tema dá pano para mangas a começar pelo conceito de traição ( e fidelidade)que é preciso definir antes de mais.
passando pelo facto de se tratar apenas de uma pequena sondagem. para poderes extrapolar os resultados para a generalidade (do país por ex) terias de ter uma amostra significativa.

e depois ainda tinhas que te deparar com aquela celebre frase "fiéis são os cães" :)

Kath disse...

A de "fidelidade" apresenta números mais baixos de certeza.. mas vá, a fingir que acredito! xD Eu não digo nunca, mas acho que a relação teria de ser muito monotona e aborrecida para trair a pessoa com quem estivesse.. Mas nesse caso a relação estaria terminada. Digo eu, que não sou de modas.

Beijos****

Helena Mendes disse...

Ainda ontem me lembrei dessa sondagem e pensei: então mas e post com os resultados??? :-)

Se calhar as pessoas até falam a verdade pois a sondagem era anómina... Em relação à actualidade/resultados digo o seguinte: muita parra pouca uva

By the way: nunca tive "necessidade" de trair

Crazy Things disse...

Definitivamente os "tugas" são muito mais traidores ...
Como diz o ditado, "Gostas mais da comida da vizinha do que da minha" (neste caso a vizinha é mesmo a refeição =P)

Um abraço pessoal

joana disse...

Eu acho que se mantemos uma relação com alguem não devemos trair,pois para isso nunca assumiriamos um compromissso,e levariamos a vida livremente e a andar com quem nos apetecesse,a partir do momento em que existe uma relação seria na minha opinião só devemos andar com aquela pessoa.
Namoro há 4 anos e nunca trai,mas cada um sabe de si
Beijinhos

Sanxeri disse...

Hum... nao acredito que conseguisse trair alguem. Pelo menos sem o assumir logo a seguir.

Nunca o fiz e espero nunca o fazer.

ZaniNE disse...

A minha interpretação da tua sondagem (se me permites) é mais: 47 dos votantes são uns grandes peteiros - e já vos digo amigos, enquanto por cá andarem, não digam nunca... é muito tempo! ;)

Beijoquinha.

P.S. Só foi uma vez... Arrependi-me e juro que NUNCA mais volto a fazer disso!?!

VM disse...

Bem, para já há que esclarecer o que é trair.
"Pular a cerca" é consumar acto sexual? Se sim, há os que traiem compulsivamente, os que não traiem por impossibilidade, os que não sabem se traiem e os que julgam que não traiem mas traiem.
Mas pior que estes, muito pior, são os que traiem mas não querem que se saiba e os que traiem porque ainda têm o conceito do "Tuga" de fazerem o "risco na parede" e irem para a tasca dizer aos amigos... mais uma.
Por isto tudo, leva-me a pensar no seguinte slogan;
- Todo o homem (mulher) se vende. É tudo uma questão de preço!
Todo o ser humano é um potencial traidor. Depende do traído(a) e do alvo com quem se consuma a traição.

Girstie disse...

É uma pequena amostra mas algo significativa.
Eu na altura votei.
Eu já traí num namoro há mais de 10 anos atrás que sabia que não ía a lado nenhum, chavaleca que era, numa altura mais confusa e das descobertas. E porque gostava mais do meu "amante" lol E não ponho as mãos no fogo que ele, o meu namorado não tenha feito o mesmo. E tb já fui traída.

Hoje com mais maturidade, não conseguiria sequer pensar em tal situação. Se as coisas estão mal, se existe um desejo louco para estarmos com outra pessoa que não o/a nosso(a) namorado(a), então acaba-se e vai cada um à sua vida, sem enfeites e acima de tudo sem mentiras.

That's the way i see it.
Mas é uma grande verdade o ditado do nunca digas nunca...

beijos

Fada disse...

Creio que os números poderão estar errados.
Mas...

Eu nunca traí.
Não que não houvesse tentação, simplesmente entendo que se estou mal ao ponto de trair, é preferível saltar fora antes. Que mais não seja, por respeito por mim e pela outra pessoa.

Sou "fiel" até em relações sem compromisso, porque, acima de tudo, sou fiel ao que sinto. E não vou estar com um gajo se o meu coração e a minha cabeça, estão noutro.

Beijitos

Histérica ® disse...

Por acaso não estava a espera desse resultado...mas se calhar também pode ser isso que aconteça na realidade! Afinal, aqui no blog os votos foram anónimos, certo?

;D

paulofski disse...

Mantenho-me fiel ao meu princípio de não responder a inquéritos... estou a brincar. Quanto aos resultados que obtiveste a realidade não deve estar muito longe desses números. Anda por aí muita ornamentação de testas.

Mi disse...

Eu quero acreditar que a taxa de fidelidade não é assim tão baixa quanto pensas... Mas pronto, talvez a sociedade actual não seja algo suficientemente fidedigno para eu pôr as mãos no fogo.

Bruno disse...

Eu gostava de ver os 47 participantes a serem submetidos ao teste do polígrafo...
E não digo mais nada...
:)))))))


Abraço

Lactrodectus Mactans disse...

Sinceramente penso que a realidade é mesmo outra...

Sete disse...

Acredito que os resultados até possam estar perto da realidade Portuguesa. Acreditem que a taxa de infidelidade é bem maior noutros países na Europa, de acordo com a estatística nem estamos muito mal.
Agora o que é triste é a banalidade como hoje em dia se aceita a a traição, age-se como se fosse normal, aceitável e demais inevitável.
Deveras mais um indício da nossa fraqueza. Ainda me lembro do tempo em que a traição era a pior coisa numa relação a dois, seja amorosa ou de amizade...

Miguel disse...

a continuares com sondagens tão completas tás aqui tás a trabalhar no INE :)

Bom fim de semana :)

'C. disse...

uma das perguntas que poderias ter feito era 'alguma vez foste cúmplice de uma traição'.. eu diria que sim e muita gente certamente tambem ;)

alfabeta disse...

Nós só acreditamos naquilo que nós próprios faríamos ou não.

Gostaste!?
Toma lá! Vai buscar!

eheheh

:)

Ritinha disse...

Taxa de fidelidade?... 35%. Just because. :)

CG disse...

Concordo, também acho que devem ser mais baixos.
Mas, ao contrário, do que algumas pessoas disseram por aqui, acredito que existam pessoas capazes de apenas trair uma vez na vida.
Todos nós erramos, e alguns de nós aprendem com os erros, outros não...
Mas, como tudo na vida "Nunca digas nunca" ou "Nunca digas nunca mais".
Big Kisses

albana disse...

60%???
é capaz de haver alguns infieis camuflados...
como dizia o meu avó "a ocasião faz o ladrão", mais cedo ou mais tarde tentações todos têm...depende da capacidade de resistir ou não...

bjinho
albana

nika_liu disse...

"enquanto que três não têm problemas em afirmar que traíram várias vezes e que vão continuar a fazê-lo"
Haja vontade...
Ainda nunca traí e (que eu saiba) não fui traída.
Não sei se alguma vez o farei, porque da única vez que me apaixonei a sério não era capaz de olhar pra outras pessoas e quando tive amizades coloridas, bastava terminar quando me fartava...