quinta-feira, 29 de outubro de 2009

TIRO-LHE O CHAPÉU...

Não há ser humano que não cometa erros. Esta é uma verdade de La Palisse. No entanto, muitas são pessoas que não admitem as suas falhas, individuais ou enquanto integrantes de um grupo, imputando esses erros a terceiros. Para essas pessoas os sucessos baseiam-se em competências e os insucessos em falta de sorte ou culpa de outros, mas nunca em responsabilidade própria.

Por isso mesmo, venho falar-vos da minha simpatia por Paulo Bento, treinador do Sporting. Não venho falar das competências técnico-tácticas deste homem, mas, sim, da sua postura.

No último jogo, importante para as aspirações leoninas, o Sporting permitiu ao Vit. Guimarães empatar no derradeiro minuto de jogo. No final, e depois deste já inesperado amargo de boca, Paulo Bento apontou os erros que cometeu a equipa que comanda, felicitou o adversário pela crença evidenciada até final e admitiu que o golo do opositor conferiu justiça ao marcador.

Ora, meus amigos, isto é de valorizar. Sobretudo num País como o nosso, onde impera a mentalidade pequena e a chico-espertice - mais burrice que outra coisa, no meu ponto de vista, pois nem sempre se consegue atirar areia para os olhos do pagode.

Quantos treinadores não viriam com a habitual e gasta lenga-lenga das arbitragens, ou então procurariam fazer crer que o jogo tinha sido diferente do que o foi efectivamente? Paulo Bento não o fez.

Com maior ou menor tranquilidade (espero que ele me perdoe esta parte), Paulo Bento revelou - mais uma vez - a honestidade e seriedade que o caracterizam. E não foi exemplo virgem neste 'mister'.

Pego neste exemplo, para dizer o quanto aprecio gente assim: honesta, séria e capaz de assumir as suas responsabilidades, sem desculpas esfarrapadas. Pessoas assim são dignas de se lhes tirar o chapéu...

PS - Foto de autoria do meu amigo Hugo Santos.


PS 2 - Tenho recebido comentários sobre a continuidade ou não do Paulo Bento no Sporting. Como referi no post, não estou a falar na sua competência técnico-táctica. O post não é sobre futebol, este caso particular apenas me serve de exemplo para a ideia do post.

Abraço/beijinhos

17 comentários:

Kat disse...

Tambem simpatizo com o Paulo Bento.. aceita sempre as coisas com tranquilidade..

Beijinhos :)

Bruno disse...

Bem, se não colocasses o nome do homem até pensaria que te estavas a referir a mim... De qualquer das formas e apesar de não esperar um post sobre o "inimigo", também simpatizo com o Paulinho é bom rapaz apesar do fraco jeito para a coisa... e ainda bem...

O ser fiel à verdade é sempre bom...

Abraço. Continua a escrever, porque é o melhor que sabes... (olha também sou honesto yay)

Bloguótico disse...

Tudo bem, mas o que o tem mantido por lá é mesmo a afirmação do Presidente do clube: "Paulo Bento 4ever"... doutra forma admitindo ou não os erros, desculpando-se ou não com a arbitragem, o "Sr. Tranquilidade" já não seria treinador do SCP!!

José Albino disse...

Tambem gosto do Paulo Bento, mas acho que neste momento o melhor para ele era mesmo ir embora.

Mas mesmo assim, mantem-se para uns pode ser um sinal de casmurrice, mas considero isto uma atitude bastante profissional, pois nao me parece que o sporting va tirar alguma mais valia em manda-lo embora agora..

disse...

Como não sou muito adepta de futebol o meu comentário ao teu post é: SLB, e mais nada! LOLOL

Beijocas!

Lia disse...

o que eu gosto mais no Paulo Bento é ele continuar a ser treinador do "Sporten", está a fazer um belo trabalho para o Benfica :) Para mim é Paulo Bento forever (and a day)

Agora a sério, acho que ele às vezes se excede um pouco, como quando criticou o relvado de Alvalade, que estava deplorável, sim senhor, mas podia ter falado internamente, digo eu!

Mas não escondas o verdadeiro motivo da tua admiração, Paulo Bento tem como iniciais PB, sentes é solidariedade nominal... :)

Saga disse...

Ele não merecia este mal estar no Sporting...

мα∂αℓєηα disse...

Tens toda a razão, é uma atitude a louvar :)

beijinhos :)

Oliveirinha disse...

Parece-me normal ele finalmente ter desistido de falar de arbitragens...depois de 3 anos vergonhosos...nunca se tinha ouvido tanto um treinador falar mal de arbitragens...finalmente percebeu que essa não pega...e que talvez o problema esteja mais nele do que nos arbitros!
Como jogador gostei muito de pb com a camisola 6 do Glorioso...como treinador não comento! Sou da opinião que a culpa não é exclusiva dele...mas nitidamente não se dá muito bem a 'conduzir' homens...nunca vi um treinador ter tantos problemas com tantos jogadores...e isso acaba por ser bastante prejudicial!
Cumprimentos a todos os leitores e autor do blog.

Ani disse...

Já que o teu post não é sobre as competências técnico-tácticas do Paulinho, podias ter escolhido outra foto em que apanhasses a vertente capilar dele e comentavas o penteado. Voilá.

S P O R T I N G =)

kiss kiss

Hyndra disse...

Eu nao simpatizo com esse senhor nao sei porquê. Nao gosto de o ouvir a falar.

Mimo para ti no meu blogue :-D

albana disse...

eu também simpatizo com o Paulo Bento...também gostei da atitude!

apesar de não perceber muito de futebol sinto muito este mau momento, sofro p`ra caraças!!!

agora se o mal é do treinador dos jogadores, deixo isso para quem sabe...

mas sobre este post...tiro o chapéu a TI, Pedro

bjinho
albana

Shakti disse...

Anda é a ser justo demais....e mais não digo...

bj

paulofski disse...

Neste caso teve uma atitute correcta. pena é que nem sempre tenha sido assim. E não falo só dele. Esle quer queiram quer não são figuras públicas e devem ter o mínimo de seriedade e respeitar quem os vê e ouve.

Abraço

Jiboia disse...

O Paulo Bento não tem a mínima margem de manobra para vir falar de arbitragens ou outras desculpas para não ganhar jogos. Portanto, seja ele como for, tenha ele a postura que tiver, neste momento está numa posição que não lhe permite atribuir culpa a mais ninguém senão a ele próprio. Essa é a dura realidade.

Nirvana disse...

Gostei do teu post ;)
Não há ser humano que não cometa erros e não há pessoas/equipas que não tenham momentos menos bons. Sim, sim, vida é vida e futebol é futebol. Certíssimo. Mas é muito engraçado como facilmente crucificamos as pessoas, porque falham, tal como nós. O que eu mais gosto é de treinadores de bancada! O Paulo Bento isto, o Paulo Bento aquilo! Dêem-lhe o real madrid e vamos ver se não ganham. Claro que o treinador é importante, mas e os jogadores, não???
Eu até não me importava mesmo nada que o sporting ganhasse sempre, mas espero esse dia, com muita tranquilidade ;)
Bjks

Anuska disse...

Nesse sentido também o admiro, assume sempre os resultados, não deixando as derrotas nos ombros dos jogadores ou de terceiros.