quarta-feira, 22 de julho de 2009

SER PROFISSIONAL

Como sei que muita gente que aqui vem não gosta de futebol, esclareço, desde já, que este texto não é sobre o tema, apesar deste servir de exemplo. O assunto desde 'post' prende-se com o profissionalismo das pessoas, visto que algumas não conseguem libertar-se das suas convicções e paixões no trabalho, mesmo colocando em causa o sucesso do mesmo.

Falo agora do meu exemplo pessoal. Muita gente já me disse que, em virtude de ser jornalista, não deveria aqui assumir o meu gosto pelo Benfica. Ok, percebo o ponto de vista e estou ciente de que não ser hipócrita poderá trazer-me alguns amargos de boca no futuro!

Pouco inteligente da minha parte? Talvez... neste País onde a maioria dos jornalistas dizem não ter clube, ou então são do Belenenses ou da Académica, com todo o respeito que estes emblemas me merecem. Mas prefiro não ser hipócrita, até porque como se usa a dizer 'quem não deve, não teme'. E nunca na minha vida, como nos dois anos e picos em que fiz jornalismo desportivo, a minha preferência pelo Benfica condicionou o meu trabalho de forma alguma.

1) Não sou fanático por um clube e adoro futebol acima de tudo (adorava, por exemplo, ver jogar o Porto de Mourinho);
2) Gosto muito mais de mim do que do que de um clube de futebol, procurando por isso ser cada vez melhor no desempenho das minhas funções;
3) Sou responsável e honesto.

Porém, há quem no exercício do seu trabalho se deixe levar por paixões, até potencialmente nocivas ao êxito profissional.

Ontem fui com o Geninho e o Bolacha ver o jogo do Benfica a um café, que ficou 'à pinha' para assistir ao desafio. Viu-se a primeira parte e uns 15 minutos da segunda. Nesse momento, o dono do café, sportinguista, resolveu mudar de canal para pôr o jogo do Sporting, que estava a começar - convém salientar que nenhum destes dois jogos estava a ser transmitido na RTP, SIC ou TVI.

Perante isto, alguns clientes protestaram, com natural razão, pois alguns até jantaram lá para ver o jogo, que ficou a meio. No entanto, o dono do café, porventura contagiado pela clubite leonina, alegou que também havia sportinguistas que queriam ver o jogo.

Enfim... O café estava cheio e, num ápice, ficou reduzido a dois ou três 'gatos pingados'. Apesar de não ter gostado da situação, não deixarei de lá ir, mas alguns clientes podem, eventualmente, não regressar. Com total legitimidade, diga-se.

Além de ter que haver olho para o negócio, há que se ser sempre profissional, ter bom-senso, independentemente da área, e deixar as paixões em casa. Ainda para mais, paixões... por um mero clube de futebol, seja ele qual for!!!

Abraço/beijinhos

21 comentários:

DL disse...

Apesar do dono do café estar no seu direito acho que tomou uma má opção, nisso concordo ctg. Mas também nõ perdeste muito só os ultimos 5 minutos.

abraço

Catwoman disse...

Pedro o jogo do Benfica deu na sic!!!

Beijinhos :)

Pedro Barata disse...

Catwoman, deu na SIC mais tarde, em diferido. Em directo, passou na Benfica TV!

Catwoman disse...

Ups... :)

Shakti disse...

Pois olha ,eu fazia o mesmo...

Shakti disse...

e mais a Benficatv é descodificada...cá em casa viu-se o jogo...

Shakti disse...

e mais...eu preferia estar nesse café...

Shakti disse...

e já me esquecia...

bj

Pedro Barata disse...

Shakti, descodificada para quem tem MEO! Fazias o mesmo porque és outra fanática pelo Sporting... Fanatismos, não!

Olhos Dourados disse...

Um jornalista pode ter clube desde que seja imparcial nas notícias, certo?

paulofski disse...

Sei que os jornalistas se devem reger pelo seu Código de Ética e Deontológico. Sei que os três meios de informação, escrita, áudio e visual, estão na quase totalidade sediadas na capital e não é para mim difícil imaginar que a larga maioria desses jornalistas desportivos sejam afectos aos clubes da capital. Acredito que os jornalistas procuram ser rigorosos e imparciais na informação que prestam mas não conseguem esconder as preferências nos clubes grandes. Pelo que tenho lido, ouvido e visto sei os que são e os que não são, os que seguem as políticas editoriais e, se todos fossem como tu que dizem e assumem o que sentem, seria bem melhor para quem consume poder fazer as suas escolhas de acordo com as suas preferências. Desculpa levares com esta, mas já que falaste!

Quanto ao caso que aqui relatas eu não diria que o dono do café seja mau profissional, parece é que não tem olho para o negócio ou então disponibilizaria os serviços que o cliente quer, ou seja colocar outro televisor.

Pedro Barata disse...

Paulofski, falas como se os jornalistas estivessem ao serviço de clubes. Se há quem o faça, será movido por outro tipo de interesses que não apenas uma preferência por um clube. Um golo do clube x ou y, não traz arroz para casa!
E quantos a identificares os jornalistas com o clube, quantas pessoas nao associam alguns jornalistas que conheço ao clube A ou B e sei que eles não são desse clube. Aliás, no meu antigo blog de futebol fui conotado com os três! Bom sinal!!!
Um abraço

Green Eyes disse...

Pois… Se estavam a ver um dos jogos (independentemente do clube) deveria ter continuado até ao final e aí sim mudar (digo eu…).

Já agora, há diferenças entre as clubites? Não são todas a mesma coisa, mudando só a cor? Tal como todos os facciosismos?

Serei eu ingénua ao acreditar que para sermos profissionais não temos que deixar de ter "paixões"? Acho que se consegue, neste caso ser de um clube, e continuarmos a poder ser imparciais profissionalmente, como se costuma dizer "serviço é serviço, conhaque é conhaque...".
bj

Caty disse...

ora realmente la foi o homem ficar sem clientela e por norma os benfiquistas são "cabeça dura" (falo por mim lol) e é provavel k não metam lá os pes tao cedo loool

Larose disse...

que és jornalista, não sabia , mas que adoras futebol e és fanático do benfica, já tinha percebido

não bi a nexexidade de o afirmares ....mas prontos, não restam dúbidas!

lilipat2008 disse...

Concordo perfeitamente contigo.
És um jornalista do benfica, mas isso não impede que escrevas um artigo em que digas bem do sporting ou do porto se assim for necessário...um bom profissional tem de ser isento. Eu própria, no meu trabalho, calo-me a certas conversas porque vejo que as minhas convicções são diferentes das de algumas pessoas e estas poderão levar a mal aquilo que eu disser.
Quanto ao senhor do café, realmente acho que não procedeu bem...quanto muito perguntava às pessoas se preferiam acabar de ver aquele ou se não se importavam que ele mudasse...os clientes estão primeiro e dessa maneira perdeu dinheiro...

bjitos

Sayuri disse...

o senhor, coitado, ja devia estar farto de trabalhar e resolveu 'fechar a chafaica' mais cedo, mudando de canal :)

Pedro Barata disse...

Larose, adoro futebol, sou benfiquista, mas não sou fanático. Aliás, acho qualquer fanatismo negativo, seja ele desportivo, político ou religioso, etc...

Spirit disse...

Fanatismos à parte, a filha da minha mãe (e eu sou filha única... lol) nunca mais iria sequer comprar uma pastilha a esse café...

Esta situação já me aconteceu. Éramos um grupo de 20 pessoas, reservámos mesa para o jantar, chegámos a horas, comemos e bebemos (fizemos despesa e não foi pequena) e faltavam 20 minutos para o jogo terminar (que estava a ser transmitido pela Sporttv) quando o senhor decidiu mudar de canal (para a RTP1) para ver um outro jogo que estava a começar. Pagámos, saímos e nunca mais voltámos. A referir que íamos SEMPRE ali ver os jogos do Benfica e que o senhor ficava sempre de registadora cheia. Descobrimos outro local para ver os jogos e o senhor perdeu 20 clientes... paciência...

paulofski disse...

Pedro, eu não disse que estavam ao serviço dos clubes, mas já que o dizes. Na minha terra diz-se que quem não deve não teme e quem não quer ser lobo não lhe veste a pele. Para bem da classe jornalística, deveria haver maior transparência e isenção na informação e infelizmente isso não se verifica, em todos os campos da sociedade. Se se é adepto de determinado clube deve-se assumi-lo e nada mais. E de repente lembrei-me da imprensa espanhola!

Um abraço.

'C. disse...

li o post todo, e falava sobre futebol :P