terça-feira, 14 de julho de 2009

VENHA O PRÓXIMO!

Cerca de três semanas depois de ter começado a ler a autobiografia do guitarrista Slash, eis que, finalmente, cheguei ao fim da leitura do livro.

Ao longo de quase 500 páginas, o músico fala do seu percurso de vida, contando muitas e muitas histórias, algumas delas absolutamente loucas e pouco saudáveis! Mas, pronto, cada um tem o direito de viver à sua maneira, desde que cumpra o dever de não prejudicar terceiros...

Como fã incondicional dos Guns N'Roses, a forma como a banda foi constituída e os factos que levaram à saída de todos os elementos originais, com excepção do vocalista, foram temas que me suscitaram elevado interesse.

Compreendo, agora, o que aconteceu e lamento que a banda não tivesse permanecido unida quando estava no auge e com potencial para ir mais além... Como já aqui referi, os 'Guns' são e serão a minha banda favorita de sempre - aliás, tenho ainda guardadas algumas cassetes com concertos e com todos os videoclips do grupo.

Em suma, devo dizer-vos que gostei bastante do livro, não obstante ser algo extenso. Penso que, em certas partes, não era necessário contar tanto, nem com tantos pormenores. Mas reforço: o livro 'agarrou-me' e recomendo a sua leitura a todos os fãs incondicionais da banda.

Agora é momento de partir para uma nova leitura, e tenho em mente mais uma escolha biográfica. Porém, se tiverem sugestões, recebo-as de bom grado, nomeadamente leituras de factos ou livros que puxam pela reflexão.

Abraço/beijinhos

14 comentários:

DL disse...

Imagino as estorias!!!xiiii deve ter sido cada coisa, mas como es um fa incondicional fizeste bem em ler!!!agora escolhe um livro mais pequeno e com as letrinhas maiores lolol
abraço

Catwoman disse...

Que invejaaaaaaa :)

Tambem quero ler, agora ainda fiquei mais curiosa :)

Beijitos :)

pedropina disse...

obrgd p teres partilhado pk eu nem sabia k ele tinha escrito uma autobiografia!
nunca fui mt fã...!

Sayuri disse...

Acho que o Slash era o mais 'direitinho'; ouvi-o falra numa entrevista descotextualizada do mundo da musica e adorei ouvi-lo falar.

LionMaster disse...

Grande Pedro. Confesso não ser grande admirador, apesar de gostar de algumas musicas. Mas que esse é um dos melhores guitarristas do mundo é.

:)

Lamento nao te poder aconselhar :S
Mas nao sou grande leitor

Abraço!!

AB disse...

Confesso que também gostava de ler. Os Guns N`Roses também foram sempre a minha banda de eleição.
Só a titulo de curiosidade, e como já vi que temos alguns gostos em comum, passa lá pelo meu cantinho para ver se temos outra, ou se me vou "desiludir" contigo. Eu acho que não mas... nunca se sabe!
Beijinho

Olhos Dourados disse...

Estou a ver que gostas de biografias!

Liliana disse...

Passei para te dar uma beijoca ja que o tempo tem sido pouco e as visitas por isso mesmo sao escassas

Beijocas

Jo disse...

Também tenho que ler!

Beijo

Green Eyes disse...

eu vinha dar uma sugestão mas ninguém dá... não querendo ser a "intrometida" vou dar na mesma...

não é uma biografia mas quase podia ser, Timbuktu - Paul Auster.

bjs

gaivota disse...

Eu não ando muito virada para a leitura,mas obrigada pela partilha.
Beijos

paulofski disse...

Ao longo do tempo fui gostando da música dos Guns, November Rain e a minha preferida, com aquele solo memoráveldo Slash, magnífico. Dele não sei muita coisa a não ser que ele é um grande maluco.

GK disse...

Eu tenho a biografia do axl para ler há que tempos...
Gosto muito dos Guns (ou antes... gostava...).
;)

Nuno disse...

O último álbum (Chinese Democracy) é que deixou bastante a desejar. Mas quanto a isso, já fiz referência no meu blogue.

Um abraço,
Nuno.