sábado, 16 de janeiro de 2010

DUPLAS VISÕES QUE SE DISPENSAM...

Ontem e hoje comecei o dia com a mesma imagem. Se esse cenário por si mesmo já é bastante desagrável, no início de mais uma jornada, pior ainda.

Deparei-me, na estrada, com dois funerais em dias consecutivos... Bolas! Foi ontem no infernal trânsito da Segunda Circular, onde estive alguns minutos no pára-arranca mesmo ao lado da carrinha funerária e hoje quando ia para o jogo de futebol... Já chega!

E por falar em mortos, lembrei-me de falar de um livro que aqui tinha referido. Já acabei de ler o "Nossos para sempre". Terminei essa leitura ainda em 2009, mas tinha-me esquecido de aqui opinar sobre o mesmo, como alguns visitantes me pediram.

Este livro, escrito por Janis Amatuzio, uma médica especialista em medicina legal, relata várias histórias reais, experienciadas pela escritora no decurso da sua carreira profissional. Estas situações têm como denominador comum a morte de diversos pacientes e a forma como as respectivas famílias lidam com a partida dos seus entes queridos. Isto além das manifestações de quem parte...

Gostei muito de ler este livro e penso que a leitura do mesmo seria bastante positiva para algumas pessoas que conheço. Era uma forma de ganharem a noção, que lhes falta, sobre o principal valor humano: o amor. Aconselho-vos a leitura do livro e, em alguns casos, com um lencinho de papel ao lado. Confesso que alguns casos narrados me fizeram vir uma ténue lagrimita...

Bom fim-de-semana a todos e boas leituras, se for o caso.

Abraço/beijinhos

5 comentários:

Kat disse...

Bem ja estou a ver que para mim era um pacote de lenços inteirinho :)

Beijinhos :)

Nirvana disse...

Realmente não é uma imagem muito inspiradora para começar o dia. É daquelas coisas que todos sabemos que existe mas não pensamos muito.
Tens toda a razão quando falas no principal valor do ser humano. As pessoas esquecem-se tanto do que é essencial e perdem tempo e sofrem com coisas que não importam para nada.
Beijinhos

Anónimo disse...

Olá, mas que sorte a tua...
Não consigo ler esse tipo de livros. Comprei o "sinto muito" de Lobo Antunes há mais de um ano e ainda n consegui acabar de o ler
xxxx

Betty disse...

Vou pedir de prenda de anos... o título é mt sugestivo...

:)

Beijinho*

Bloguótico disse...

De facto, essa dupla visão dispensava-se, mas faz parte!
Knt às leituras, confesso que as minhas leituras resumem-se a posts e a pouco mais... Infelizmente, não tenho esse bom hábito!

[Já agora, esperemos que o Glorioso aproveite a escorregadela dos Dragões!]

:D