quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A NOVA ARMA: CHÁVENA DE CAFÉ!

Esta passou-se no domingo e espelha bem a desonestidade e a incompetência que por aí grassam.

Duas pessoas já me aguardavam numa mesa no café, quando cheguei acompanhado de outra. A pessoa que vinha comigo sentou-se, ao passo que eu dirigi-me ao balcão para efectuar o pedido, dois cafés, e pagar de imediato.

Pedi, também, para pagar a despesa das outras duas pessoas, tendo, então, sido somados dois cafés na conta. Assim sendo, paguei dois euros e 20 cêntimos por quatro cafés. Em seguida, fui tranquilo para a mesa. E estava tudo tranquilo até chegar uma quinta pessoa...

Antes de pedir uma água, essa pessoa pergunta-nos "o que é que falta pagar aí?". Eu ia dizer "nada", mas uma das outras duas pessoas que já estavam no café antecipou-se a mim, dizendo que faltavam apenas os dois cafés que eu tinha pedido. Fiquei doido!!!

Constatei, desta forma, que afinal não são precisas pistolas ou facas para consumar roubos. Umas chávenas de café podem servir de arma igualmente eficaz... de forma momentânea, ou não!!!

É preciso ter descaramento para cobrar dois cafés que já tinham sido pagos. Venham de lá um euro e dez cêntimos que me pertencem, se faz favor!!! Bem sei que os tempos que correm não estão fáceis, mas a mulher que vá roubar para outro lado...

Abraço/beijinhos

4 comentários:

Crente disse...

Já vi isso acontecer mais que uma vez. Por isso que agora ofereço-me para pagar em alta voz - fica mal? Azar. Assim só se paga mesmo o que falta. Não gosto de ser roubada, já basta o Governo andar com as mãos e pés nos meus bolsos.

Cat disse...

É triste é...mas é o país que temos onde imperam a falta de civismo e de respeito.

Spirit disse...

Grandessissima lata! Calculo que tenham esclarecido a questão... certo?

Nirvana disse...

É preciso ter lata! Mas se não aparecesse a 5ª pessoa, lá passava sem ninguém dar conta!