domingo, 30 de janeiro de 2011

COMO AS APARÊNCIAS ILUDEM...

Ontem à tarde houve uns encontros de ténis no clube onde costumo jogar. Como não tinha nada agendado para a tarde, resolvi ir lá dar uma espreitadela.

Um dos desafios opunha um jogador em aparente boa forma atlética a outro que não denotava uma fisionomia apropriada para o ténis, fruto de uns bons quilos a mais.

Pensei imediatamente que a história daquele embate estaria pré-definida e que o gordinho seria 'carne para canhão'. Como me enganei redondamente... Além de dar uma autêntica tareia no outro, o 'barrigudo' é o melhor jogador não-profissional que já vi actuar! E a léguas de qualquer outro...

É certo que o adversário dele também não soube usar o cérebro, pois poderia ter tentado desgastá-lo, forçando-o a correr muito, mas a nível técnico ele é fantástico! Que pancada potente e que precisão extraordinária na colocação da bola...

Assim sendo, tenho que dar razão ao adágio popular que diz que "as aparências iludem". No caso deste jogador, adequa-se completamente. Fiquei estupefacto... Aquele por quem eu não dava nada, dar-me-ia uma coça!!!

Abraço/beijinhos

2 comentários:

Anónimo disse...

às vezes é assim em muitas coisas.

A.Menina disse...

Podemos dizer então que esse rapaz é a Susan Boyle do ténis portugues lol :P