segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O ERRO DO TRACINHO!

Muito se tem falado do Novo Acordo Ortográfico na Língua Portuguesa. Desde já, aqui expresso o meu desacordo em relação a essa matéria.

O post de hoje não está relacionado com essa questão, mas refere-se à ortografia. Mais concretamente, a um dos erros ortográficos que os portugueses mais cometem: o erro do tracinho, como aqui lhe vou chamar.

Há uns tempos vi a seguinte mensagem (na foto) em casa de terceiros e, como sou bastante atento à escrita, não pude deixar de reparar no erro ortográfico que nela consta...

"Partilhas-te"? É que o que lá deveria estar inscrito seria "partilhaste"! E o erro passou despercebido a toda a gente: quem escreveu, quem ofereceu e quem recebeu... Incrível!

Pois é, há muita gente que insiste em colocar tracinhos 'a torto e a direito'. Quase que aposto que todos vocês já receberam sms's do tipo "já almoças-te", "já sais-te" ou "já fizes-te", em vez dos correctos "almoçaste", "saiste" ou "fizeste".

Pegando, por exemplo, nestes exemplos do "saiste" e do "fizeste", e para quem gostar muito de tracinhos, eu tenho a solução: podem passar a dizer mais vezes as palavras "saiste-te" ou "fizeste-te". Desta forma, satisfazem o fetiche do tracinho, mas fazem-no correctamente!!!

PS - Há um novo inquérito no blog, situado no canto superior direito da página. Agradeço que colaborem, deixando o vosso clique.

Abraço/beijinhos

7 comentários:

MS disse...

É capaz de ser o erro que mais se vê.

shakti disse...

Se fosse só os erros dos tracinhos....

bj

A.Menina disse...

Eu dou imensos erros e agora fiquei com medo de comentar o teu blog, não vás tu encontrar um erro meu e "assassinar-me" em praça pública Lol :P

PB disse...

Mas quem sou eu para "assassinar" alguém em praça pública? Muito menos quem tem a fineza de visitar o meu cantinho!!! Podes ficar tranquila! ;)
Beijinhos

Claudia Martins disse...

Pois eu já nem comento... mas confesso ter o hábito do " - " em tudo que é palavra, mas desde que me chamaram a atenção, tenho tentado corrigir, mas é difícil.
Quanto ao novo acordo ortográfico, acho que vou colocar um "pi" instalado no computador, porque de certeza que me vou enganar constantemente. Hábitos são muito difíceis de mudar.
Ah.. outra coisa que devias falar aqui no teu no teu cantinho, que eu acho que é pior do que escrever mal é falar pior, porque eu tenho ouvido muitas palavras novas ultimamente. Tipo "fosteis?" Fizesteis?" "acabasteis?" isto é só um cheirinho a trás-os-montes.



Beijinhos/Abraço

BG disse...

Fizes-te um bom post :) É verdade os Portugueses são um povo com pouco orgulho nas suas coisas. Então já se viu os Ingleses a começarem a falar e a escrever como os Americanos, ou os espanhóis como os da América latina?? Sinceramente não sei qual o benefício de começarmos (leva tracinho???) a escrever como os Brasileiros, enfim... Já com a cor dos Taxis foi a mesma coisa...

IG disse...

É fácil, se for no passado, não leva tracinho (usaste), se for reflexivo, leva tracinho (usas-te).
A própria maneira de entoar a palavra é diferente: [usááste]; [úúsas-te].
O segredo está nos truques e explicações que nos ensinam na escola :p